Os que curtem este Blog

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Do Movimento contra Renan Calheiros


A pesar de tudo o que esta acontecendo em nosso país atualmente, ainda sim me impressiona a incredibilidade de certas pessoas acerca dos movimentos que acontecem tanto na internet quanto nas ruas. Me impressiona tal incredulidade que o povo tem com a esperança da mudança.

Para mim basta a crença das pessoas que a ação positiva causa transformações na sociedade. O que isso quer dizer? Quer dizer que o fato, ou a ação de alguém tomar uma postura frente a um acontecimento gera força suficiente para que as coisas aconteçam na realidade. Isso é ensinado nas escolas, em aulas de física por exemplo, mas ninguém leva a sério e tal atitude causa em mim certa repugnância, desconforto e desanimo.

Mas, apesar de todo este cenário ser a favor dos contra ideários da mudança, eis que leio no jornal uma noticia que mostra que esse cenário pode ser superado.

Com força, atitude e mais que tudo! CIDADANIA nós poderemos mostrar aos governantes que o poder realmente emana do povo. E isso não pode ficar por ai, as pessoas precisam ter a consciência de que tem o poder de mudar o mundo!

____________________

Noticia:



Autor de petição contra Renan pede ajuda à OAB

 ONG quer fim do voto secreto para a eleição de presidente do Senado; manifesto online é entregue com 1,6 mi de assinaturas 


 Débora Bergamasco, de O Estado de S.Paulo


Dida Sampaio/AE


BRASÍLIA - Manifestantes entregaram nessa quarta-feira, 20, um abaixo-assinado online com 1,6 milhão de assinaturas a senadores pedindo o impeachment do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Eles querem também questionar no Supremo Tribunal Federal a constitucionalidade do regimento interno da Casa, que hoje permite eleger o presidente do Senado por meio de voto secreto.

"É um absurdo as regras do Congresso se sobreporem ao texto da Constituição", reclamou Pedro Abramovay, coordenador de campanha da ONG Avaaz - plataforma virtual que abrigou a petição e patrocinou o ato.

Professor de Direito da FGV-Rio, Abramovay combinou com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Marcus Furtado Coêlho, que o assunto seja levado à avaliação do Conselho Federal da entidade. Este decidirá se entra no Supremo com Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) para tentar mudar as regras de eleição para presidente no Senado.

Caso os ministros do STF julguem a ação procedente, decidirão quando a mudança entra em vigor: na eleição do próximo presidente, daqui a dois anos, ou agora, convocando-se nova eleição - desta vez aberta - para o comando do Senado. Os militantes esperam que o debate se estenda também à Câmara, onde o voto, nesse caso, também é secreto.

Abramovay é um velho conhecido do Judiciário. Trabalhou no Ministério da Justiça com Márcio Thomaz Bastos, no governo Lula, e integrou o governo Dilma Rousseff por 21 dias, quando esteve à frente da Secretaria Nacional Antidrogas. Na ocasião, apoiou a ideia de penas alternativas para pequenos traficantes - contrariando a posição do ministro José Eduardo Cardozo - e foi demitido da pasta.

No Congresso, os manifestantes foram recebidos por parlamentares como Pedro Simon (PMDB-RS), Pedro Taques (PDT-MT), João Capiberibe (PSB-AP), Cristovam Buarque (PDT-DF), Aloysio Nunes (PSDB-SP) e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que se comprometeram a levar o assunto a debate. Alguns congressistas invocaram a necessidade de que os manifestantes de corações indignados saiam dos computadores e compareçam às ruas.

Um dos autores da petição reagiu contrariamente, dizendo que em vários países do mundo a vontade do povo é representada por meio de manifestações na internet e que "não precisamos queimar ônibus na rua para mostrar nossa indignação".

Indagado se Renan é o único parlamentar a merecer um impeachment, o autor da petição, Emiliano Magalhães Neto, respondeu que vários outros poderiam ser alvo de manifestações parecidas, mas que a ideia de concentrar a ação contra o alagoano torna o movimento muito mais forte - segundo os integrantes da Avaaz, esta foi a petição nacional que mais angariou assinaturas em tão pouco tempo (menos de 20 dias).

Denúncia. Além do ato da tarde dessa quarta, que só reuniu 25 pessoas em frente ao Congresso, os ativistas organizaram outra ofensiva anti-Renan. Representantes de ONGs foram ao STF protocolar um pedido para acelerar a apreciação da denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República contra o parlamentar alagoano.

Os manifestantes foram impedidos de entrar no Congresso com um presente que seria entregue aos parlamentares: uma faixa com os dizeres "1,6 milhão dizem 'fora Renan'! Será que o Senado vai ouvir?".

O chefe da segurança alegou que o conteúdo do presente era ofensivo e que só o próprio presidente do Senado é que poderia autorizar a entrada no edifício.

Os manifestantes desistiram da tentativa. Mas levaram para dentro do prédio várias caixas de papelão vazias que simbolizavam o abaixo-assinado.

  

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Tirando o Brasil da Miséria!


O nosso governo é realmente incrível. Desta vez resolveu tirar o Brasil da miséria. Vendo de longe até parece uma atitude nobre. Mas, o nosso governo provavelmente não tem noção das conseqüências de seus atos.


Foto: Reprodução Globo News


Ironia ou não, estamos próximos ao período de copa. Oras, por que mudei tão rápido de assunto? Pelo simples fato de que o mesmo governo que resolveu tirar o país da miséria convoca você, eu e todo mundo para ser voluntário nos trabalhos da copa! É isso mesmo!

Aqui a coisa é mais ou menos assim: você ganha para não trabalhar (e tem o argumento de que recebe a bolsa para sair da miséria, por outro lado, você trabalha para NÃO RECEBER!!!

Este é o país em que vivemos. Precisamos enxergar estas pérolas. Precisamos fiscalizar, estar em cima, cobrar um atitude de nossos governantes! Não podemos deixar o poder publico fazer o que bem entender. Pagamos muito caro para recebermos de volta um serviço precário, escasso e pobre!

Na medida em que o governo tenta dar uma de Madre Teresa de Calcutá ele também distorce todo e qualquer tipo de possibilidade de tirar o povo da conformidade. A verdade, e o que é mais claro que roupa lavada a base de OMO, é o fato de sabermos que o governo quer que você fique sentado, recebendo para não ir trabalhar.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

O problema do Brasil


De vez em quando a gente vê algumas coisas na internet que não precisam de esclarecimentos. Essa sem duvida é uma delas.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Considerações sobre a falta de ética de Renan


Estamos sobrevivendo a uma grande derrota. Como eu poderia começar esse artigo onde escreverei sobre política e criticarei o povo brasileiro sem tocar no assunto Renan? É, simples assim...

Vejamos ao vídeo abaixo. É a noticia que fora dada pela rede TV SBT.


Conforme vimos o atual presidente do Senado o Senador Renan Calheiros gritava Ética, Ética, Ética... pois bem, quem este homem pensa que é para mencionar este nome em vão. É a mesma coisa que blasfemar o nome de Deus!

Entendemos de cara que aqui no Brasil não importa o que você fassa. Pode roubar, fingir que não é com você por que no final das contas fica tudo por isso mesmo. Sempre fica... Aqui bandido não vai preso, é tratado como autoridade.

Vergonha povo brasileiro. Pois foi a gente quem colocou os 56 bandidos que elegeram este corrupto para elaborar as nossas leis. Parabéns. Depois eu queria ver nego reclamando que a vida não anda...

Petição/Impeachment - Renan Calheiros #ForaRenan




Assine, pois essa é uma obrigação para você que é cidade brasileiro!

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Eleito na Câmara, Henrique Eduardo Alves vai de encontro com a moralidade


Estamos em tempos incontroversos. Já não basta o que aconteceu recentemente em Santa Maria, ou o que acontece todos os dias nas ruas com o grande número de roubos e homicídios, isso sem contar sequestros e outras coisas amais... Do final da semana passada e inicio desta semana o nosso país realmente virou do avesso.

Mas por que isto? Semana passada, na sexta-feira 01/02/2013, fora eleito como presidente do Senado o Senador Renan Calheiros (PMDB-AL), homem que carrega um passado obscuro e um tanto quanto incontroverso. Isto por que Renan está envolvido em uma série de escândalos sendo que é acusado de receber dinheiro para pagar os gastos particulares de sua filha. Enfim, este é o presidente do nosso Senado.

Além dessa grande aberração da nossa política tivemos ontem 04/02/2013 a eleição de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) como presidente da Câmara. Henrique também é alvo em uma série de acusações sendo que é parte em um processo que o acusa por enriquecimento ilícito.

Gustavo Lima /Agência câmara


Mas não bastando isso tudo, Henrique defende os políticos condenados no processo do mensalão e não bastando isso o mais novo presidente da Câmara desafia o poder do Supremo Tribunal Federal.

Segundo o próprio Henrique aqueles que estão na Câmara foram abençoados pelo voto do povo. De fato ele não está errado. O erro realmente começa aqui em baixo e o povo brasileiro ainda não aprendeu isso. É evidente que nas duas casas há pessoas da mesma índole que esses duas grandes personalidades eleitas. Mas pior que isso é saber que aqui em baixo tem muito mais gente parecidíssima com esses dois haja vista que ambos só foram colocados lá pelo voto do povo.

Mas não confundiremos o voto do povo com a vontade do povo. Se eles estão lá, por mais desgraçados que sejam, tem alguma razão. Não convêm contudo discutirmos isso aqui. Quem tem de discutir isso é cada um com o seu próprio bom senso.

Estamos no meio ou no inicio de um colapso. Homens como Joaquim Barbosa não existem mais, o que é uma grande pena.

Gervásio Baptista/SCO/STF

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Carta Aberta ao povo brasileiro


Povo brasileiro.

Estamos a beira da calamidade da moral e da ética neste país. Escrevo isso com imensa tristeza, pois assim como muitos dos poucos que poderão ler esta carta, eu também sou brasileiro e amo o meu país.

Passamos por momentos difíceis no passado. Interpusemos a democracia na esperança de nos livrarmos da repressão que encobria todo e qualquer ato de violência. Foi com o nosso suor, com a nossa cara pintada que conseguimos expulsar aqueles que feriam o coração deste país. Faz exatamente pouco mais de 20 anos que vivemos sob um regime democrático. Eis que na primeira eleição livre de qualquer coação colocamos um individuo que fez mal ao povo brasileiro no seu segundo ano de mandato. O expulsamos da cadeira que nós havíamos colocado. Porém, insistimos no erro ao eleger outra vez mesmo sabendo que no passado ele havia prejudicado a todos nós.

Toco neste assunto pois o Brasil passa por sérios abusos da moralidade, do desrespeito ao principio da legalidade, e qualquer outra virtude que nos diferencia dos animais... afinal, julga-se que eles são irracionais e nós, pelo contrário, somos “racionais”.

Erramos ao eleger um inimigo do Estado brasileiro. Mas anos mais tarde colocamos ele mais uma vez na cúpula do poder.

Pois bem. Agora os ventos são outros. O que temos? Temos o senado contaminado por corruptos e falsos moralistas. Nossas casas são invadidas por impostos enquanto que eles discutem todos os dias a possibilidade de um 15ª, 16ª salário!

Vivemos o horror. O que me impressiona povo brasileiro é a nossa capacidade de assistir todo esse horror sentado e calado. Estamos inertes! E como poderemos ter orgulho um dia de um passado que estamos escrevendo? Como poderemos dizer aos nossos netos, ou filhos que vivemos num país onde se é respeitado a justiça, onde todos são livres e que aqui se respeita os direitos humanos? Como faremos isso diante de uma sociedade que não se mexe ao ver grupos partidários promoverem jantares para pagar as multas de seus companheiros que foram condenados num dos maiores julgamentos da história deste país?

Eu não sei responder se posso acreditar na justiça. Enquanto centenas de pessoas morrem por descaso dos governantes em fiscalizar casas noturnas, eles elegem um corrupto, um homem que tem a alma suja da mais absurda sujeira que se pode descobrir no âmbito da moral e dos BONS costumes!

O carnaval esta prestes a começar. Iremos ver centenas, milhares de pessoas saírem as ruas para comemorarem o carnaval. Mas nunca veremos centenas e nem milhares de pessoas saírem as ruas para reclamar dos escândalos que vemos por aqui. Enquanto isso o negócio ferve na Índia por causa do estupro de uma jovem num ônibus. A coisa é feia lá no Egito, pois lá se comemora a primavera árabe. E aqui no nosso país... Comemoramos jogos de futebol e festas como o carnaval!

Toma vergonha nessa cara povo brasileiro e veja nos jornais a imagem de um homem absurdamente corrupto tomar posse como presidente do Senado.

E vejam que mesmo com o abaixo assinado, mesmo com o clamor das mídias, mesmo com os escândalos e processos tramitando na justiça, o Senado brasileiro fez questão de colocar este homem mais uma vez no poder! Escutem amigos! O SENADO NÃO OUVIU O NOSSO GRITO DE PROTESTO!

Eu amo meu país, mas assim, do jeito que esta, não tenho a minima vontade de bater no peito e dizer que sou brasileiro...